ENCONTRO ENTRE DIMAS E VICENTINHO, EM BRASILIA SELARÁ FUTURO DA CANDIDATURA DO PR AO GOVERNO

Postado em Segunda, 12 Março 2018 05:03
Avalie este item
(0 votos)

Partido deverá emitir uma nota com um balanço dos trabalhos de pré-campanha e as conclusões sobre a viabilidade da candidatura

 

Por Edson Rodrigues

 

Informações de bastidores dão como certa uma reunião entre o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas e o senador Vicentinho Alves, nesta segunda-feira, em Brasília. Dessa reunião sairá uma nota do PR sobre a pré-candidatura de Dimas ao governo do Estado, com uma análise da viabilidade ou não da continuação dos trabalhos visando à corrida sucessória estadual.

 

EXPECTATIVA X REALIDADE

O que motivou o agendamento do encontro foi a diferença entre a expectativa e a realidade dos trabalhos de articulação para viabilizar a candidatura de Dimas.

 

Não se pode negar que Ronaldo Dimas é tido com um dos cinco melhores prefeitos do Tocantins, com uma administração enxuta, executada com planejamento e organização.  Dimas conta com um ótimo relacionamento com o governador Marcelo Miranda, com toda a bancada no Congresso Nacional, e com a maioria dos deputados estaduais.

 

O prefeito de Araguaína construiu um relacionamento sólido com peças importantes em Brasília, dentre elas o ex-deputado federal Eduardo Gomes, vice-presidente nacional do Solidariedade e com trânsito invejável nos bastidores do Congresso Nacional e candidatíssimo à uma vaga no senado.

Além de Gomes, Dimas tem o apoio incondicional do senador Vicentinho Alves, líder da bancada do PR no Senado, que se destaca por seu um partido forte e com muita representatividade tanto no Senado quanto na Câmara Federal e que foi o responsável pela decisão do partido em lançar o nome de Dimas ao governo do Estado.

 

Dimas conta com apoios que foram decisivos nos bons resultados da sua administração, contemplando Araguaína com um montante superior a 50 milhões de reais.

 

TRABALHO X RECONHECIMENTO

Ronaldo Dimas soube, junto com uma equipe competente de técnicos e especialistas, planejar o bom uso dos recursos e transformá-los em benefícios para a população de Araguaína, conseguindo, por meio de projetos bem feitos, que deram resultados satisfatórios, o que demonstrou toda a sua capacidade administrativa e reforçou, para o PR, sua capacidade de ser lançado como pré-candidato ao governo do Estado pela legenda.

 

O grande problema do PR em Ronaldo Dimas como seu candidato próprio, é que o bom trabalho desenvolvido na prefeitura de Araguína foi reconhecido pela população, pelas entidades classistas, pelos empresários e comerciantes e, muitos manifestaram o desejo de que Dimas não renuncie à prefeitura, para dar continuidade ao seu bom trabalho.

 

As viagens que Dimas realizou nos últimos dias por todas as regiões do Estado, levando seu nome como pré-candidato e apresentando os dados de sua excelente administração em Araguaína foram muito bem sucedidas em termos de divulgação, e tiveram o mesmo êxito no quesito articulação e convencimento.

 

Mas as solicitações de Araguaína acabaram por fragilizar as convicções de Dimas de que ter seu nome lançado pelo PR como candidato ao governo seria o melhor para sua carreira política. Há informações de que os reais motivos da opção pela não candidatura seriam internos, referentes à sua administração em Araguaína.  Os verdadeiros motivos devem vir inseridos na nota a ser divulgada amanhã.

 

A reunião desta segunda-feira, em Brasília, levará em conta toda a confiança dos seus companheiros, da sua base de sustentação política na Câmara Municipal – dentre eles, o próprio presidente –, empresários e líderes políticos.  Muitos, inclusive, já vieram a público colocar seus posicionamentos pela candidatura, tanto pela concordância quanto pela discordância da busca pelo governo do Estado.

 

Apesar disso, a tendência é de que o PR anuncie a retirada do nome de Dimas da corrida sucessória, de forma elegante, respeitando a todos os que dispensaram atenção, tempo e energia nos trabalhos de pré-campanha, agradecendo á dedicação e abrindo as portas para sugestões e articulações que fortaleçam a imagem de Ronaldo Dimas e a do próprio PR, como uma legenda que sabe reconheceras oportunidades, ao mesmo tempo, avaliar com assertividade suas possibilidades. Outra certeza é que o apoio à outra candidatura pode acontecer, mas não será, de maneira nenhuma, à do prefeito de Palmas, Carlos Amastha.