Polícia Civil do Tocantins continua às buscas de empresária suspeita de desviar R$ 15 milhões no Pará

Postado em Sexta, 19 Outubro 2018 11:13
Avalie este item
(0 votos)

A Polícia Civil do Tocantins continua na procura da empresária Kelley Borges de Araújo Machado para cumprir um mandado de prisão expedido pela Justiça do Estado do Pará

 

 

Por Wherbert Araújo

 

 

Contando com empresa instalada em Palmas, a empresária é suspeita de participar de um esquema que teria desviado cerca de R$ 15 milhões da prefeitura de Redenção, município localizado no Sul do Pará.

 

Realizada de maneira simultânea nos estados do Pará, Maranhão e Tocantins, a operação visa coibir um esquema criminoso de frades em licitações públicas. De acordo com as investigações, existia um suposto sistema de revezamento entre empresas coligadas que ao final dos certames fariam os contratos com a administração pública. As investigações apontam que o esquema desviou os recursos públicos após processo licitatório de locação de veículos e maquinários e realização de coleta de resíduos sólidos no município de Redenção – PA.

 

Segundo o titular da Delegacia Especializada em Investigações Criminais-DEIC de Palmas, o delegado Evaldo de Oliveira Gomes, a empresária foi procurada em quatro endereços na Capital, mas não foi encontrada. “Fizemos buscas em duas residências, um apartamento e um endereço comercial mas ainda não a localizamos”, afirmou. Ainda de acordo com o delegado, no Tocantins a empresa RR Empreendimentos da empresária possui convênios com órgãos públicos na coleta de resíduos de serviços de saúde. Ao todo, estão sendo cumpridos sete mandados de prisão preventiva no Pará, Tocantins e Maranhão. Três pessoas já foram presas.