DE OLHO NO HORIZONTE MDB TOCANTINENSE PARA DE OLHAR PARA O RETROVISOR

Postado em Quarta, 27 Fevereiro 2019 07:29
Avalie este item
(0 votos)

O MDB brasileiro tem uma história de muita luta, luta pela liberdade de ir e vir, pelo desenvolvimento do País e também pela Criação do Estado do Tocantins. Os governos emedebistas, Moisés Avelino e Marcelo Miranda, os deputados federais, estaduais, prefeitos, vereadores e líderes nos seus rincões do interior e na Capital ajudaram e escreveram uma linda história nestes 30 anos

 

Por Edson Rodrigues

 

Neste período do governo MDB, de Moisés Avelino e Marcelo Miranda foram construídos hospitais, pavimentação de rodovias, ginásios de esportes, parcerias com os municípios, unidades básicas de saúde, quartéis, lavouras comunitárias, cursos profissionalizantes, programas de incentivos fiscais a empresas e indústrias que geram emprego, concursos públicos, dentre outras ações. Mas o momento é de união para o embate que se aproxima, em 2020.

 

O PARABRISA, O RETROVISOR E A CHEGADA DE EDUARDO GOMES

 

Olhando no retrovisor político do Tocantins, o PMDB, atual MDB, é impossível não enxergarmos a luta destes tocantinenses de coração. Como num estalo, vejo o trabalho de pessoas como o ex-deputado federal José dos Santos Freire, da vehla guarda emedebista no palanque do ex-governador José Wilson Siqueira Campos, assim como o então  deputado federal Osvaldo Reis, o ex-governador Moisés Avelino e tantos outros que foram a favor de um mandato de Siqueira Campos. 

GOMES NO PARTIDO

A chegada do senador Eduardo Gomes ao partido, membro da mesa do Senado da República é um grande reforço para a Sigla. Os atuais e futuros prefeitos que irão se eleger, em outubro de 2020, tendo no palanque um senador como avalista das futuras administrações. O nobre, ex-senador Derval de Paiva como presidente Estadual da Sigla, juntamente com Moisés Avelino, Marcelo Miranda, a deputada federal Dulce Miranda e os deputados Estaduais Valdemar Júnior, Jair Farias, Jorge Frederico, Nilton Franco e Elenil da Penha.

 

Prefeitos, vereadores , ex-prefeitos, ex-deputados, lideranças, membros dos Diretórios Estadual e Municipais saberão unir com Gomes para evitar que o parabrisa ofusque e que todos possam ter uma visão ampla e juntos chegar em outubro de 2020 com o melhor resultado das eleições municipais.

 

FILIAÇÃO DE EDUARDO FOI UMA CIRURGIA DE EMERGÊNCIA NO PRONTO SOCORRO

Tudo aconteceu muito rápido. Em pleno recesso parlamentar, o senador Eduardo Gomes foi guiado pela cúpula do MDB nacional para filiar-se e eleger o senador Renan Calheiros. Com a renúncia de Calheiros, o senador Eduardo Gomes ficou a ver navios, no entanto com uma excelente articulação política, Gomes que tinha deixado a vice-presidência do Solidariedade, ao nascer do dia D da eleição da mesa do Senado teve o nome confirmado como secretário da mesa diretiva.

 

A inserção de Gomes no partido é uma conquista para a Sigla e o Tocantins que com sua capacidade de conciliador, e o apoio de Derval Paiva dirigirão esta embarcação sem nenhum risco de naufragar.

 

HOMENAGEM JUSTA E LEAL

O ex-governador Siqueira Campos era tido na época da campanha como um dos candidatos a vaga ao Senado na chapa de Mauro Carlesse. Para união dos seguimentos partidários, Siqueira Campos abriu mão de ser o titular da chapa e humildemente aceitou ser o primeiro suplente de Gomes.

Siqueira Campos mais do que merece assumir o Senado da Republica, um ato de grandeza e de humildade do titular da Cadeira de Senador. Este gesto engrandece o parlamentar e é um presente ao fundador do Estado. Parabéns ao Senador Eduardo Gomes, ao Senador Siqueira Campos, ao Tocantins.