Discutir afastamento de Bolsonaro seria coisa de semigolpista, diz Gleisi

Postado em Sexta, 29 Março 2019 07:16
Avalie este item
(0 votos)
 Gleisi Hoffmann, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, de encontro com lideranças políticas e militância do PT em Belo Horizonte Gleisi Hoffmann, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, de encontro com lideranças políticas e militância do PT em Belo Horizonte

Ao ser perguntada sobre como seria um possível governo Mourão, a presidente do PT disse acreditar que nada vai mudar

Por Da Redação

 

 

A deputada Gleisi Hoffmann, presidente do PT, afirmou, em encontro com deputados do partido em Belo Horizonte nesta quinta-feira, 28,, que, apesar de o governo de Jair Bolsonaro ser confuso, com problemas de articulação e “prioridades contraditórias”, falar em afastamento do presidente seria “coisa de semigolpista”.

 

“Nós questionamos a eleição de Bolsonaro pela forma como ele foi eleito, com a prisão do Lula, fake news, mas tem uma regra no país. Agora, quem o colocou lá já está falando em afastá-lo, porque tem interesse que algumas coisas andem mais rápido, como a reforma da Previdência”, disse Gleisi.

 

A petista voltou a criticar a proposta do governo: “Esse desmonte da Previdência é uma crueldade, do ponto de vista cristão é um pecado”. Ela reitera que “o povo brasileiro está pagando o preço”. Ao ser perguntada sobre como seria um possível governo Mourão, a presidente do PT disse acreditar que nada vai mudar: “A pauta de retirada dos direitos do povo vai continuar, talvez com Mourão com mais competência, o que é muito preocupante”.