EDUARDO GOMES, RONALDO DIMAS, KÁTIA ABREU E WANDERLEI BARBOSA: OS GRANDES VITORIOSOS JUNTO A MAURO CARLESSE

Posted On Segunda, 15 Outubro 2018 07:52
Avalie este item
(1 Votar)

Políticos genuinamente tocantinenses ditaram o ritmo das urnas com campanhas feitas por gente que entende de Tocantins

 

Por Edson Rodrigues

 

Contemplados com resultados mais que expressivos nas urnas, Eduardo Gomes, Ronaldo Dimas, Kátia Abreu e Wanderlei Barbosa, juntamente com o governador reeleito Mauro Carlesse,  perfazem uma nova configuração no cenário político tocantinense, apontando, também, os rumos para as eleições municipais de 2020.

 

A começar por Ronaldo Dimas, que se desgarrou de seu partido, o PR, para não renunciar ao mandato de prefeito de Araguaína, e projetou um futuro político mais consistente, construindo um grupo político que deu vez para o seu filho, Tiago Dimas, ser o deputado federal mais bem votado, sob a égide do seu amigo e companheiro Eduardo Gomes, candidato mais votado para o Senado, ambos do partido Solidariedade, do qual Gomes é o vice-presidente nacional

 

Dimas também foi contra seu partido e apoio a candidatura vitoriosa à reeleição do governador Mauro Carlesse.

 

Antes do resultado das urnas, a atitude de Dimas foi tomada como perigosa ou inconsequente, mas, após o resultado final, mostrou-se um golpe de mestre, que conseguiu, em uma tacada só, eleger seus candidato e derrotar, um a um, seus adversários políticos locais, como César Halum, Lázaro Botelho e outros de menor expressão.

 

Vale ressaltar que Dimas também apoiou outra candidatura vitoriosa que não fazia parte dos planos de seu partido, que foi a do deputado federal Irajá Abreu, eleito para o Senado, em um salto político importante, impulsionado pela força de sua mãe, senadora e ex-ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

 

EDUARDO GOMES

Se há um político que deve ser visto com outros olhos, a partir de agora, no Tocantins, é o senador eleito Eduardo Gomes, que de ex-deputado federal e político sem mandato, valendo-se apenas da vice-presidência nacional do Solidariedade, contrariou todas as pesquisas dos mais renomados institutos e cravou a maior votação para o Senado Federal, levando junto consigo o deputado estadual mais votado, Leo Barbosa, além de Vilmar do Detran e Eli Borges.

 

No Congresso Nacional, Eduardo Gomes terá a prestigiosa condição de contar com uma bancada expressiva e representativa do seu partido, com 13 representantes na Câmara dos Deputados e o posto de único senador eleito pelo Solidariedade.

 

Ou seja, juntando o já fácil trânsito de Eduardo Gomes nos ministérios e secretarias federais, conquistados nos mandatos de deputado federal, ao status de único senador eleito pelo Solidariedade, seu nome ganha força nacional, com grandes chances de compor a Mesa-Diretora da Casa, assim como presidir comissões importantes para o andamento democrático do País.

 

Para isso contribui, também, o saldo de vitórias conquistadas pelo Solidariedade no Tocantins, elegendo quadros em todas as esferas parlamentares, tendo em Eduardo Gomes a principal figura, pronto para elevar o nome do Tocantins no cenário nacional.

 

WANDERLEI BARBOSA

Tido como político de grande caráter e responsabilidade para com o seu eleitorado, com mais de 30 anos de vida pública, Wanderlei Barbosa, quando se elegeu vereador por Taquaruçu, já tinha, no seu íntimo, certamente, a certeza de que poderia fazer muito mais pelo povo da Capital e de todo o Tocantins.  Hoje vice-governador, depois de passar pela vereança, pela presidência da Câmara Municipal da Capital e pela Assembleia Legislativa, sem qualquer mácula à sua ficha de serviços prestados ao Tocantins, Wanderlei Barbosa viu o reconhecimento da sua conduta ser expressado nos votos que pediu para o seu filho, Leo Barbosa, como o mais bem votado para o cargo de deputado estadual, juntar-se á eleição por aclamação do seu outro irmão, Marilom Barbosa, para a presidência da Câmara Municipal de Palmas, numa clara demonstração do povo, dos eleitores, de que sua família veio ao mundo para fazer história no Tocantins, beneficiando e representando com galhardia o povo tocantinense, começando por seu pai, Fenelon Barbosa, primeiro prefeito eleito da Capital, e por sua mãe, a saudosa Dona Maria Rosa, a melhor primeira Dama que Palmas já viu, que proporcionou a construção de milhares de moradias com doações de cestas básicas de construção, merecidamente chamada de “mãe dos pobres”.

 

Wanderlei foi de suma importância na construção do nome de Mauro Carlesse como um governador viável e real, e fez a diferença na totalização dos votos, erguendo seu filho como o deputado estadual mais bem votado, somando forças com os demais parlamentares que lutaram juntos para reeleger Mauro Carlesse, mas foi decisivo de verdade quando conseguiu impor uma derrota expressiva ao ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha, dentro do seu principal colégio eleitoral, fazendo a junção de votos que incluíam seu filho, seu irmão e o seu candidato a governador.

 

KÁTIA ABREU

Outra que mostrou sua força foi a senadora Kátia Abreu, taxada por muitos de irascível e centralizadora, depois desta eleição a “mulher guerreira de Gurupi” mostrou que tem política no sangue e tirou seu filho da Câmara Federal e o colocou, direto, no Senado, pulando etapas que nem o mais otimista dos seus correligionários acreditava ser possível.

 

Com, praticamente, 30 anos em Brasília, onde começou como deputada federal, Kátia subiu um degrau por vez, e está senadora em segundo mandato, tendo agregado à sua carreira o cargo de ministra da Agricultura, no governo de Dilma Rousseff, paralelamente à presidência da Confederação Nacional da Agricultura e, recentemente foi candidata à vice-presidente do País, na chapa de Ciro Gomes. Kátia mostrou que sabe o que faz e quando fazer.  Irajá Abreu no Senado é uma vitória que deve ser creditada tão somente ao trabalho e à determinação dessa mulher guerreira, mais uma que o Tocantins produziu.

 

Mesmo mostrando um bom trabalho na Câmara Federal, construindo uma identidade própria e sólida e tornando-se um líder em crescimento contínuo, organizando e consolidando o PSD no Tocantins, Irajá Abreu turbinou sua eleição ao Senado com a disponibilidade de Kátia Abreu em colocar todo o seu peso político em favor do filho durante a campanha.

 

MAURO CARLESSE

Em falando sobre vencedores, claro, não poderíamos deixar de falar em Mauro Carlesse, um político que veio fazendo seu caminho e sua história de forma discreta, mas que, quando precisou explodir, o fez como ninguém.

 

O homem certo, no lugar certo, na hora certa, soube construir em torno de si uma equipe competente de auxiliares, que o levou a três vitórias consecutivas, conquistando a confiança do funcionalismo público estadual, da sociedade, do empresariado, dos comerciantes e, principalmente, dos dirigentes dos demais poderes, com quem manteve uma convivência harmônica e respeitosa, agindo de maneira republicana, evitando entrar em conflitos, discussões ou polêmicas, eximindo-se de participar dos debates políticos or4ganizados por veículos de comunicação, numa campanha sem agressões e sem controvérsias.

 

Vale lembrar que a campanha de Carlesse foi executada pela experiente e competente empresa de marketing TV3, sob o comando do publicitário Lincoln Morais, e foi comandada pelo publicitário João Neto e teve a organização política a cargo do grande articulador Divino Alan, que se afastou do governo para mergulhar de corpo e alma nos afazeres da boa política, ficando a parte institucional a cargo do não menos competente Claudinei Quaresmin, que tocou a máquina do governo enquanto o governador participava dos compromissos eleitorais.

 

Com esse grupo de pessoas abnegadas, Carlesse  foi vitorioso, eleito para um mandato legítimo de quatro anos, sem fomentar qualquer indisposição política com quem quer que seja, evitando entrar em controvérsias, confrontos diretos, denuncismo ou quaisquer tipo de baixaria, tão comum em período eleitoral.

 

A equipe de campanha de Carlesse foi perfeita nesse aspecto, com peças publicitárias esclarecedoras e informativas, tanto no rádio quanto na TV e nas redes sociais, mostrando como se faz uma campanha em três tempos, para conquistar três vitórias e o coração do eleitorado tocantinense, em uma tacada só.

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-500.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias