RALLY SERTÕES MOVIMENTA CIDADE DE PORTO NACIONAL

Posted On Sexta, 30 Agosto 2019 14:36
Avalie este item
(0 votos)

Hotéis, pousadas e restaurantes ficaram lotados pelas equipes de apoio aos competidores

 

Por Edson Rodrigues

De Berço da Cultura do Tocantins, Porto Nacional foi, desde a última terça-feira (27), a capital da velocidade e da emoção no Tocantins, como uma das cidades sede do Rally Sertões, que voltou a incluir o Tocantins no roteir,o após uma reformulação em sua estrutura e até no nome (antes era Rally dos Sertões).

 

Equipa de manutenção dando um trato nas máquinas

 

Pela primeira vez incluída no roteiro da competição/aventura, Porto Nacional recebeu os pilotos e suas equipes de apoio com sua infraestrutura gastronômica e de entretenimento permanente à beira do Lago, sua praia, restaurante flutuante e, principalmente, com seu povo hospitaleiro e benfazejo.

 

Equipe X Rally. Da esq. para dir. Renato de assunção, Mauro Gudes (piloto), Renata Assunção Bianchini, Filipe Bianchini (co-piloto) e Raquel Assunção

E não são apenas os participantes do rally que movimentaram a economia da cidade. Os fãs do esporte também lotaram a cidade para ver de perto os carrões, motos e protótipos, além de todo o glamour que envolve as competições automobilísticas.

 

Flutuante Mãe Maria III lotado de visitantes e populares, registrando os acontecimentos e saboreando pratos típicos da Região

Para que a cidade de Porto Nacional fosse incluída no roteiro como local de parada de pilotos e equipes de apoio, foi necessária uma visita do prefeito Joaquim Maia à sede da empresa que realiza o evento, em São Paulo, onde foi firmado o pacto de parceria para a definição do local que sediou o estacionamento dos veículos de apoio e de competição e o acampamento de pilotos e mecânicos.

 

O escritor e diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa, Edivaldo Rodrigues, sua esposa, Dona Luciene Rodrigues Tavares e o popular Beca

Desde a noite de terça-feira e durante toda a quarta-feira, Porto nacional respirou automobilismo com toda lama, poeira e emoção que envolvem uma competição da grandiosidade do Rally Sertões.

A COMPETIÇÃO

Além de brava competição, o evento é também uma grande lição. Competidores de todas as partes do mundo se deparam com uma realidade desconhecida e com paisagens jamais vistas. Quanto maior a dificuldade, maior o prazer em vencê-la.

População portuense prestigiando o evento

Realidades que se misturam de um jeito muito forte e marcante. Os corredores, cobertos de poeira e cheios de garra, emocionam-se com a corrida em si, mas também com a acolhida que recebem. E aprendem muito a respeito da cultura local, consumindo a culinária típica e aprendendo os costumes do povo.

 

Prestigiando o evento, o governador Mauro Carlesse, o prefeito  Joaquim maia, a primeira-dama, Aline manduca, o vice-prefeito Ronivon Maciel,  formando a mesa com o diretor de Turismo Tom Lira

A atual edição da prova é maior em infraestrutura, distância e participação de pilotos - 302 competidores ao todo - e vai ser disputada até o dia 1º de setembro. A largada foi na cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, e o encerramento acontece em Aquiraz, no Ceará.

 

SERTÕES EM NÚMEROS

- 9 cidades - Campo Grande (MS), Costa Rica (MS), Barra do Garças (MT), São Miguel do Araguaia (TO), Porto Nacional (TO), São Félix do Tocantins (TO), Bom Jesus (PI), Crateús (CE) e Aquiraz (CE)
- 4.900km de percurso
- 2.860km de estradas especiais - trechos cronometrados (60% do percurso)
- Cerca de 1.800 pessoas na Caravana (entre equipes, organização, mecânicos, médicos)
- 5 aeronaves para controle de prova (dois aviões para monitoramento e três helicópteros de resgate e filmagem)
- 302 competidores
-Total de 865 km sem apoio mecânico

PROJETO SOCIAL DO RALLY

A organização vai acessar algumas áreas isoladas e carentes do Brasil durante seu percurso. Serão duas carretas-médicas com oito ambulatórios para atendimento médico às pessoas locais. Atendimentos de Dermatologia, Ginecologia, Oftalmologia e Odontologia, dentre outras ações.

PILOTOS

- 302 competidores, entre pilotos e navegadores (nos carros)
- 187 veículos (carros, motos, UTVs e Quadriciclos)
- 60 carros (43 no Cross Country) e 17 (Regularidade)
- 66 Motos
- 6 Quadriciclos
- 55 UTVs

MODALIDADES E CATEGORIAS

Carros: T1 Fia, Protótipos - T1, Pró Brasil, Super Production, T1 Fia Brasil, T3 e Production-T2
Moto: Marathon, Super Production, Production Aberta, Over 45, Rally Brasil, Self e Brasil-CRF 250 CC
UTV: Super-Production, Pró-Aspirado, Pró Elite, Over 45 e Over 45 Pró
QUADRI: Modalidade única
REGULARIDADE: Modalidade única
EXPEDIÇÕES: Aventura, Turismo e África Twin

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-500.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias