Polícia Militar realizou diversas ações estratégicas, com destaque para a aquisição de equipamentos e armamentos; capacitações, reformas de unidades, projetos sociais e operações por todo o Estado

 

 

Com Assessoria

 

 

As ações desenvolvidas pela Polícia Militar do Tocantins (PMTO), nos seis primeiros meses de 2024, demonstram o compromisso do Governo do Tocantins com o fortalecimento da segurança pública e o reforço no combate à criminalidade, com destaque para reformas de unidades; aquisição de equipamentos e armamentos; capacitações, entre outras ações estratégicas.

 

O Governo do Tocantins e parceiros investiram mais de R$ 1 milhão na reforma geral do 10° Batalhão de Polícia Militar (10º BPM), obra inaugurada no mês de maio. A unidade atende os municípios de Arraias, Novo Alegre, Combinado, Lavandeira, Conceição do Tocantins e Taipas. Também inaugurada em maio, a nova sede da 8ª Companhia Independente (8ª CIPM), sediada em Palmeirópolis, que atende as cidades de Paranã, Jaú, São Salvador e São Valério, recebeu um investimento de cerca de R$ 250 mil.

 

No início deste ano, o governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, também inaugurou as melhorias implantadas no complexo esportivo do 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM), em Palmas. Na ocasião, a PMTO apresentou os novos reforços do Batalhão Futebol Clube (BFC), clube profissional e independente, que é fruto do projeto social Escolinha de Futebol, iniciativa que atende anualmente 630 crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos, na Capital e região.

 

 

“Esses investimentos são de extrema importância para atendermos as demandas da segurança no Tocantins. Estamos sempre empenhando todos os nossos esforços para que a população esteja segura, com policiais capacitados, estrutura adequada e equipamentos de última geração”, destaca o governador Wanderlei Barbosa.

 

Comandante-Geral da PMTO, Coronel PM Márcio Antônio Barbosa de Mendonça (Crédito foto: Antonio Gonçalves/Governo do Tocantins)

 

O comandante-geral da PMTO, coronel Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, enfatiza que, graças aos recursos destinados à PMTO, a realização dos trabalhos foi aprimorada, sempre buscando um resultado positivo na segurança pública. “Desde o serviço administrativo ao serviço operacional ordinário e especializado, toda a corporação faz e entrega o melhor para todos os cidadãos tocantinenses. Isso se deve aos cursos, aos equipamentos de última geração e a todo o investimento que vem do Governo do Tocantins”, salienta o comandante-geral.

 

Equipamentos

 

A PMTO recebeu oito viaturas, destinadas pela Secretaria Nacional da Segurança Pública (Senasp), fruto do esforço e da parceria entre Governo do Tocantins com o Governo Federal. Além disso, dentre os equipamentos adquiridos para reforçar o trabalho da corporação, estão espingardas calibres 12, coletes balísticos, armas de choque, granadas lacrimogêneas, algemas, bem como 121.750 munições para treinamento e mais munições que são utilizadas no serviço operacional.

 

Capacitação

 

Evento de formatura do COD; curso teve carga horária de 660 horas/aula (Crédito foto: Ademir dos Anjos/Governo do Tocantins)

 

Investir em capacitação é um dos pilares da instituição. No primeiro semestre de 2024, diversos cursos foram disponibilizados aos policiais. Em maio, 22 policiais concluíram o Curso de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), além de 33 novos policiais que estão habilitados para atuarem na defesa das divisas do Estado, após formação no 1º Curso de Operações de Divisas (COD) da PMTO.

 

Outras capacitações estão em andamento, como o Curso de Aperfeiçoamento de Praças (CAP 2024), que é realizado para 300 cabos, assim como o 3° Curso de Operações Especiais (Coesp).

 

Novo concurso

 

O tão aguardado concurso da instituição foi autorizado pelo governador Wanderlei Barbosa neste primeiro semestre. A liberação do recurso para a realização do certame já foi garantida e as comissões trabalham para que o edital seja publicado. Serão ofertadas 660 vagas, sendo 600 para soldados e 60 para oficiais.

 

Projetos sociais

 

Com 140 alunos, a formatura do Proerd ocorreu em Luzimangues em junho deste ano (Crédito foto: PMTO/Governo do Tocantins)

 

A PMTO investe em projetos sociais, com foco em crianças e adolescentes. Diversas ações vêm sendo desenvolvidas pela instituição em todo o Estado, a exemplo das escolinhas de futebol e das academias de artes marciais, com vários destaques em campeonatos nacionais, além do Coral Infantojuvenil implantado em março deste ano, em Palmas.

 

Outro grande destaque na linha preventiva adotada pela Polícia Militar é o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), que neste primeiro semestre de 2024 contemplou 27 municípios, formando 9.307 alunos nos currículos do programa. Também foram realizadas 4.813 palestras preventivas.

 

Além disso, o Tocantins conta, atualmente, com 27 colégios militares em vários municípios. No primeiro semestre de 2024, mais de 14 mil alunos retornaram às aulas. Esse número demonstra que houve um crescimento de mais de 27% nas matrículas, quando comparado ao número de alunos matriculados no final de 2023.

 

Operações

 

Policiais realizam blitz educativa (Crédito foto: PMTO/Governo do Tocantins)

 

Os investimentos são fundamentais para a segurança da população tocantinense. Nos primeiros seis meses de 2024, foram realizadas as operações Maio Amarelo, Nárke 2, Semana Santa, Caminhos Seguros, Protetor das Fronteiras e Divisas, e do Carnaval 2024.

 

A Operação Carnaval 2024 foi realizada entre os dias 9 e 13 de fevereiro, em 90 municípios em que ocorreram 234 programações. A ação garantiu um dos carnavais mais seguros da história e teve um efetivo de cerca de 500 policiais militares e 270 viaturas empregados por dia de evento, sendo que 2,5 mil policiais trabalharam durante todo o período de Carnaval. O serviço ordinário foi mantido sem alterações.

 

Foram 65 blitzes de trânsito realizadas em áreas do circuito de Carnaval e imediações. Houve 34 prisões, três armas brancas foram apreendidas e não houve apreensão de arma de fogo dentro dos circuitos de Carnaval, mostrando que a ostensividade e a intensificação das ações surtiram efeitos.

 

Ocorrências

 

Todos os investimentos em equipamentos, o aumento da frota, a capacitação dos policiais militares e as ações de prevenção fazem com que a corporação trabalhe ainda melhor. Em um comparativo do mesmo período, dos anos de 2023 e 2024, nos seis primeiros meses, os homicídios caíram de 160 para 76 casos registrados pela PMTO no Tocantins, cerca de 52,5% de redução. Já nos registros de roubo, houve uma queda de 26,6%, de 492 para 361 casos no Estado. Quanto aos latrocínios, que são roubos seguidos de morte, apenas um foi registrado, contra seis que ocorreram no mesmo período no ano passado.

 

Posted On Quarta, 24 Julho 2024 11:03 Escrito por O Paralelo 13

Operação integrada Rodovia Segura é realizada pela Polícia Militar por meio do BPMRED, com apoio de outras unidades e da Ageto

 

Ascom BPMRED

 

A Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO), através do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e do Batalhão Rodoviário e de Divisas (BPMRED), deflagrou a operação "Rodovia Segura" para intensificar a fiscalização e combater crimes nas principais rodovias estaduais durante todo o período das férias de julho. A ação conta com apoio de várias unidades da PMTO e da Agência de Transportes, Obras e Infraestrutura (AGETO), visando aumentar a segurança dos usuários e reduzir acidentes de trânsito. Nos primeiros 15 dias, já houve apreensão de veículos roubados e prisão de motoristas por embriaguez ao volante.

 

A operação está sendo executada com o apoio do efetivo administrativo e operacional do BPMRED nas cidades de Palmas, Araguaína e Gurupi e seus entornos. Os trabalhos também contam com o apoio da AGETO e o reforço de outras unidades operacionais da PMTO, como o 1° BPM, 6º BPM, 13º BPM e o Batalhão de Choque, através das Companhias de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) e Grupo de Operação com Cães (GOC).

 

Mais segurança nas rodovias

 

O objetivo da operação é proporcionar mais segurança para os usuários das rodovias estaduais e reduzir o número de acidentes de trânsito durante o período de férias e veraneio, além de combater a prática de crimes nas estradas e em seus entornos, como tráfico de drogas, contrabando, porte ilegal de armas de fogo, roubo e furtos de veículos.

 

Nas duas primeiras semanas, a operação já apresentou resultados positivos, como a apreensão de veículos roubados e a prisão de infratores por dirigir veículo em estado de embriaguez.

 

 

Posted On Sexta, 19 Julho 2024 15:05 Escrito por O Paralelo 13

Equipe atua na proteção dos defensores de direitos humanos

 

 

`Poe Vania Machado

 

 

Com o intuito de articular ações para fortalecer a rede de proteção aos defensores dos direitos humanos, ambientalistas e comunicadores, representantes do Ministério dos Direitos e da Cidadania foram recebidos na manhã desta quinta-feira, 27, pelo secretário da Segurança Pública do Tocantins, Wlademir Mota Oliveira.

 

“Viemos ao Tocantins para fazer a articulação com as organizações tanto públicas quanto da sociedade civil, para pensar em ações que garantam a segurança desses defensores de direitos humanos, para que assim eles possam continuar atuando na luta deles, nas mais diversas pautas indígenas, quilombolas, a questão da terra, várias temáticas”, explicou Ana Raquel Âmbar, técnica social da entidade Vida e Juventude que executa o programa vinculado ao Ministério.

 

A técnica social explicou como o programa atua na prática. “Quando fazemos o atendimento ao defensor, verificamos quais as fragilidades que envolvem aquela comunidade e, a partir daí, vamos dialogando com a rede para que, de forma conjunta, consiga contribuir de alguma maneira para reduzir essa situação de risco e vulnerabilidade”, complementa.

 

“Aqui na Segurança Pública buscamos articular ações não só com o poder público, mas principalmente com a comunidade que está na ponta e que conhece bem a realidade em que vive. Somos entusiastas dos Conselhos Comunitários de Segurança e Defesa Social, os Consegs, por acreditar que a segurança pública é responsabilidade de todos. Além disso, o governador Wanderlei Barbosa defende a humanização dos serviços públicos em todas as áreas”, destacou o secretário Wlademir Mota Oliveira.

 

Também participaram da reunião, a superintendente de Segurança Integrada, Fátima Holanda; o subdiretor do Sistema Integrado de Operações (Siop), delegado Anderson Casé; o superintendente de Direitos Humanos e Políticas sobre Drogas da Secretaria da Cidadania e Justiça, Chris Madureira; e a coordenadora de Polícia Comunitária e Direitos Humanos, Major Tatiane Guastti.

 

Outras reuniões serão realizadas com as secretarias do Meio Ambiente e da Saúde.

 

Posted On Sexta, 28 Junho 2024 04:26 Escrito por O Paralelo 13

O treinamento é aplicado pelo Gote e segue até quinta-feira, 27

 

 

Por Sara Cardoso

 

 

 

Teve início nesta terça-feira, 25, na Escola Superior de Polícia (Espol), em Palmas, o treinamento de 25 policiais civis que atuam nas delegacias especializadas ligadas à Diretoria de Repressão à Corrupção ao Crime Organizado (Dracco). O treinamento é aplicado pelo Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote) e segue até quinta-feira, 27.

A instrução abrange as disciplinas de Cumprimento de Mandado de Alto Risco (CQB); Abordagem Policial - Emboscada e Contra Emboscada e Técnicas de Abordagem em Zona Rural. A metodologia envolve aulas teóricas, estande de tiro e progressão em mata/floresta.

Presente na abertura do curso, o delegado-geral da Polícia Civil do Tocantins, Claudemir Luiz Ferreira, destacou a importância da qualificação e da interação entre as equipes. “Esse treinamento é muito importante para que seja nivelado o conhecimento e para a interação das nossas equipes, proporcionando um entrosamento maior, o que contribui para um trabalho de excelência. Além disso, esse é um treinamento que permite troca de informações porque os instrutores também aprendem, há uma grande troca de experiências”, destacou.

O delegado-geral ainda aproveitou para agradecer as equipes pelo trabalho prestado à sociedade tocantinense. “Agradeço a dedicação e o empenho que vocês têm no dia a dia. A nossa Polícia Civil cresceu, melhorou, faz um trabalho investigativo de muita qualidade e eu me sinto orgulhoso e privilegiado por estar à frente da corporação nesta fase. Obrigado pelo que cada um tem feito em prol desta instituição”, concluiu.

O diretor do Gote Rildo Barreira, que estará supervisionando as atividades, ressalta a importância do treinamento para a manutenção da eficácia e eficiência das especializadas. “São essas atualizações que têm grande contribuição para que, ao longo destes anos, não tenha ocorrido morte de nossos policiais em cumprimento do dever legal”, reforçou.

Já o coordenador do Gote Ariston Ribeiro destacou que o treinamento visa trazer técnicas fundamentadas e testadas em operações ao longo dos 20 anos nos quais o grupo operacional atua.

 

 

Posted On Terça, 25 Junho 2024 13:54 Escrito por O Paralelo 13

Visitantes também acompanharam palestras ministradas por escrivães de polícia e visitaram a Delegacia-Geral

 

 

Da Assessoria

 

 

A Corregedoria-Geral da Segurança Pública do Tocantins recebeu equipe da Corregedoria-Geral do Piauí para troca de experiências e orientar sobre a utilização do sistema de corregedoria eletrônica E-pad, sistema informatizado, desenvolvido e disponibilizado pela Corregedoria-Geral da União e ao qual a SSP-TO aderiu.

 

A equipe piauiense, composta pelo corregedor-geral, delegado de polícia Alfredo Cadena, e os agentes Nathaniel de Moura e Leandro Madeira, respectivamente assessor e presidente da Comissão Processante, estiveram na secretaria nos últimos dias 19 e 20.

 

Na ocasião, o Corregedor-Geral da SSP/TO Wanderson Queiroz explicou que a secretaria instituiu, por meio da Portaria SSP nº 161, de 03 de abril de 2024, a obrigatoriedade de uso do ePAD para o gerenciamento das informações correcionais no âmbito da Corregedoria-Geral da Segurança Pública.

 

“Esta inovação foi possível em razão da adesão da SSP/TO ao Programa de Fortalecimento de Corregedorias (PROCOR), da Corregedoria-Geral da União, que objetiva apoiar os órgãos e as entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, na execução de suas atividades correcionais”, lembra o corregedor Wanderson Queiroz.

 

O PROCOR tem como objetivos principais promover o aprimoramento na condução de procedimentos correcionais, a integração das atividades correcionais, o aperfeiçoamento da gestão de processos, o uso de novas tecnologias e soluções inovadoras para aperfeiçoar as apurações correcionais, o intercâmbio de informações e de experiências entre as Corregedorias, além de fomentar a capacitação de agentes públicos nas atividades correcionais.

 

Palestras

 

Durante a agenda no Tocantins, os visitantes também acompanharam palestras ministradas pelos escrivães de polícia Everton Benmuyal e Bárbara Emanuelle Lopes. Eles apresentaram todo o histórico de treinamentos e de adaptação da ferramenta para a realidade tocantinense.

 

A escrivã Bárbara Emanuelle contou que durante o final do ano de 2023 e início de 2024 foram realizadas diversas reuniões, por videoconferência, com os servidores da Corregedoria-Geral da Segurança Pública e da Corregedoria-Geral da União, objetivando o desenvolvimento de peças específicas e a criação do ambiente de produção adequado para a Corregedoria-Geral da Segurança Pública.

 

Visitantes acompanharam palestras sobre o histórico de treinamentos e de adaptação da ferramenta para a realidade tocantinense - Luis de Castro-Governo do Tocantins

 

Ainda sobre a ferramenta, o escrivão Everton Benmuyal destacou que o sistema ePAD permite a geração de peças a partir da sistematização das informações relacionadas às denúncias a serem apuradas pela unidade correcional. Com isso, a utilização do referido sistema facilita o trabalho das admissibilidades, realizados pelas Corregedorias-Adjuntas e Comissão de Processo Administrativo Disciplinar, bem como auxilia nas tomadas de decisões da autoridade competente pela instauração dos procedimentos disciplinares.

 

Acesso eletrônico

 

Além disso, o fator determinante para a utilização do referido sistema pela SSP, segundo o apresentado, consiste na possibilidade da condução dos procedimentos disciplinares serem realizados de forma totalmente eletrônica, por meio do Processo Eletrônico Correcional (PEC).

 

Dessa forma, os envolvidos nos procedimentos administrativos instaurados na Corregedoria-Geral da Segurança Pública passam a ter acesso aos seus respectivos procedimentos disciplinares de forma totalmente eletrônica, utilizando o acesso da conta GOV.BR.

 

Os advogados também podem acessar os procedimentos disciplinares através do envio de petição endereçada à Corregedoria, com a indicação do seu número de CPF e a devida procuração, para cadastro ao procedimento disciplinar correspondente, cujo acesso também se dará pela conta GOV.BR.

 

Os escrivães também destacaram que o sistema ePAD suporta juntadas de arquivos de até 2GB ao procedimento administrativo, conta com a facilidade de apresentação digital de documentos e com a possibilidade de assinatura digital por meio da conta GOV.BR.

 

Painel de Dados

 

A Corregedoria-Geral da União mantém Painel de Dados que possibilita o acesso a qualquer interessado na visualização de quantidades, tipos e prazos de procedimentos, tipos de sanção e tempo médio das análises, colaborando assim com a transparência ativa e o gerenciamento da atividade correcional no âmbito da Corregedoria-Geral da Segurança Pública.

 

Visita à Delegacia-geral

 

Acompanhada pelo corregedor Wanderson, a equipe piauiense esteve na Delegacia-Geral de Polícia Civil, oportunidade em que foi recepcionada pelo delegado-geral Claudemir Luiz Ferreira, pelo delegado Roger Knewitz e pelo delegado e diretor do Grupo de Operações Táticas Especiais, Rildo Barreira.

 

O corregedor Wanderson reforçou a importância do intercâmbio entre as unidades correcionais e destacou o quanto foi proveitoso receber os policiais do estado do Piauí. “Essas trocas de experiências e informações são capazes de aprimorar os sistemas e práticas possibilitando um serviço de melhor qualidade para o cidadão”, ressaltou.

 

 

Posted On Segunda, 24 Junho 2024 15:04 Escrito por O Paralelo 13
Página 1 de 66