Encontro evidenciou o compromisso do Governo Federal em colaborar com os projetos do Governo do Tocantins voltados para o desenvolvimento da indústria, comércio e serviços

 

 

Por Lidieth Sanchez

 

 

Nesta quarta-feira, 21, o vice-presidente do Brasil e ministro do Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, recebeu secretários de estado do Governo do Tocantins, acompanhados pela senadora Professora Dorinha, para estabelecer parceria no desenvolvimento do mercado de mineração do Tocantins, especialmente nas áreas voltadas para a produção de fertilizantes.

 

Participaram da reunião os secretários da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Carlos Humberto Lima, da Agricultura e Pecuária (Seagro), Jaime Café, da Secretaria Extraordinária de Representação em Brasília (Serb), Carlos Manzini Júnior, o presidente da Agência de Mineração do Estado do Tocantins (Ameto), General Marco Antônio Martin, e a presidente da Companhia de Mineração do Tocantins (Mineratins), Lina Ester Barbosa.

 

Os gestores do estado solicitaram ao vice-presidente e ministro, Geraldo Alckmin, a disponibilização de recursos destinados à realização do Projeto de Levantamento Aeromagnético, que permitirá um mapeamento geológico do solo do Tocantins, identificando depósitos de minerais. Ao obter dados mais detalhados, o Governo do Tocantins estará melhor posicionado para atrair novos investidores.

 

O potencial para o setor de mineração no Tocantins está presente em todas as regiões dos estados, principalmente, em áreas com depósito de calcário, fosfato e remineralizadores de solo, elementos essenciais na produção de fertilizantes. A presidente da Mineratins, Lina Ester Barbosa, destacou que a gestão do governador Wanderlei Barbosa está resgatando esse grande potencial do estado nessa área.

 

“A Mineratins se destaca por sua abordagem focada na responsabilidade social e ambiental, juntamente com o planejamento pós-mineração, visando proporcionar alternativas sustentáveis. A elaboração de estudos robustos, como o mapa geológico, é vista como essencial para atrair investidores e garantir a segurança e confiança necessárias para a transformação da indústria minerária no Tocantins ”, ressalta a presidente.

 

Mercado de Fertilizantes

 

De acordo com o secretário de Sics, Carlos Humberto Lima, o estudo permite a exploração de forma assertiva, elevando o potencial produtivo. “O estudo é fundamental para identificar novos depósitos minerais e atrair investimentos de empresas envolvidas na extração de minerais metálicos e não metálicos. Com informações mais precisas sobre o subsolo, será possível impulsionar a exploração responsável desses recursos, promovendo um desenvolvimento socioeconômico sustentável do estado”, afirmou.

 

Os projetos do Governo do Tocantins empenhado em se tornar um polo de produção de fertilizantes no país, ganharam impulso em junho de 2023 com a inauguração do novo corredor de importação de fertilizantes do Arco Norte no Porto do Itaqui, em São Luís (MA). Por meio de um investimento privado de R$ 400 milhões, essa nova infraestrutura logística se conecta, por meio da Ferrovia Norte-Sul, com o Terminal Integrador de Palmeirante (Tipa), no Tocantins. Neste local, foi erguida uma estrutura especialmente destinada à recepção, armazenagem e expedição de fertilizantes, que já conta com acordos de investimento privado no valor de cerca de R$ 550 milhões.

 

Integração governo do Tocantins e governo federal

 

O secretário da Serb, Carlos Manzini Júnior, ressaltou que o Governo do Tocantins, avança cada vez mais para ocupar um espaço estratégico na atividade econômica do país. “A colaboração e o apoio do MDIC são essenciais para o sucesso desses esforços. Com a apresentação realizada hoje por esse grupo gestor, manifestando a seriedade de toda a capacidade de gestão do governador Wanderlei Barbosa, para incluir o Tocantins em estratégias de desenvolvimento econômico importantes para o Governo Federal”, afirmou.

 

A senadora Professora Dorinha avalia que a proposta foi muito bem recebida pelo vice-presidente. “Recebemos o compromisso do vice-presidente em viabilizar os recursos para a pesquisa que terá um impacto significativo no desenvolvimento econômico do estado. Essa colaboração e apoio são fundamentais para impulsionar iniciativas que tragam benefícios concretos para a região”, finalizou.

 

 

Posted On Quinta, 22 Fevereiro 2024 04:00 Escrito por

Evento contou com a participação de todos os deputados estaduais, representantes de órgãos do poderes Executivo e Judiciário, além de lideranças políticas do Estado

 

 

Por Kaio Costa

 

 

 

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, e o vice-governador Laurez Moreira, estiveram nesta terça-feira, 6, na sessão solene de abertura das atividades na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), apresentando as principais ações realizadas em 2023 e as perspectivas para 2024. Presidida pelo líder da Casa de Leis, deputado estadual Amélio Cayres, a sessão contou com a participação de todos os deputados estaduais, representantes de órgãos do Executivo e Judiciário, e lideranças políticas do Estado.

 

Em seu discurso, o governador Wanderlei Barbosa exaltou o respeito entre os Poderes e a união dos entes na busca pela construção de um Tocantins cada vez melhor. “Reafirmo o meu compromisso em manter uma relação de respeito, transparência e colaboração com os deputados estaduais, buscando sempre ouvir suas demandas e contribuições que atendam aos anseios do povo tocantinense”, destacou o Governador.

 

Em seu discurso, o governador Wanderlei Barbosa exaltou o respeito entre os Poderes e a união dos entes na busca pela construção de um Tocantins cada vez melhor

 

Na ocasião, a Aleto também lançou o livro Assembleia 35 anos, entregue ao vice-governador Laurez Moreira pelo presidente da Casa de Leis, deputado Amélio Cayres. O vice-governador sentiu-se honrado em participar da solenidade, por reconhecer a importância do Poder Legislativo para a sociedade tocantinense. “É uma honra estar presente na abertura dos trabalhos legislativos de 2024. E é com muita alegria que acompanho o lançamento deste livro histórico. Fui deputado durante três mandatos e reconheço a importância do Poder Legislativo na sociedade. Parabéns a todos os deputados, em nome do presidente Amélio Cayres", afirmou o vice-governador. O livro é uma edição revisada, atualizada e ampliada da publicação feita há dez anos, redigida por profissionais da Assembleia.

 

"Essa comunhão entre os Poderes prova a nossa harmonia na relação institucional”, ressaltou o presidente da Aleto, deputado estadual Amélio Cayres. Ele lembrou que, por ser um ano eleitoral, 2024 será atípico e, portanto, pediu para que seus pares mantivessem a harmonia institucional, para que os trabalhos na Casa de Leis sigam produtivos e transformadores na vida dos tocantinenses.

 

Perspectivas para 2024

 

"O nosso projeto é continuar melhorando a saúde em todo o Tocantins e uma das formas de fazer isso será com a entrega do Hospital de Araguaína, ainda neste ano; e continuar melhorando as rodovias do Tocantins. Até junho, entregaremos a ponte de Porto Nacional, uma obra importantíssima”, pontuou o governador Wanderlei Barbosa, ao citar perspectivas para 2024.

 

Sessão solene contou com a participação de todos os deputados estaduais, além de representantes de órgãos do Executivo e Judiciário, e lideranças políticas do Estado

 

Na sessão solene, o secretário-chefe da Casa Civil, Deocleciano Gomes, também apresentou um relatório com as principais ações realizadas pelo Governo do Tocantins no ano anterior. O documento demonstra que a arrecadação efetiva das receitas de Recursos Ordinários para 2023 foi de R$ 9,88 bilhões, superando em R$ 1,86 bi a previsão inicial, que era de R$ 8,02 bi. “Desse modo, o Estado, que registrou crescimento populacional de 9,3%, com 128 mil pessoas a mais em relação a 2010, totalizando 1.511.549 habitantes [Censo 2022], obteve resultados consideravelmente positivos no último quadriênio”, refletiu o secretário-chefe.

 

Presenças

 

O evento também contou com a presença da diretora adjunta da Escola da Magistratura do Tocantins, desembargadora Ângela Haonat, representando o Poder Judiciário; o presidente do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO), conselheiro André Luiz Matos Gonçalves; a defensora pública-geral do Tocantins, Estellamaris Postal; a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, entre outras autoridades.

 

 

Posted On Terça, 06 Fevereiro 2024 16:03 Escrito por

Obras físicas são fundamentais para qualquer administração.  Elas significam legados que sobrevivem por décadas para usufruto da população. Mas a realização de concursos públicos extrapola essa importância do legado, pois envolve a sobrevivências, a dignidade e a autoestima dos cidadãos

 

 

Por Edson Rodrigues e Edvaldo Rodrigues

 

 

Realizar concursos públicos impacta diretamente em vidas, em famílias e em bem-estar social. E Wanderlei Barbosa vem fazendo um trabalho invejável em relação ao trato com as famílias tocantinenses, dando oportunidade de crescimento, de desenvolvimento, de dignidade, de mobilidade social e, principalmente, de segurança.

 

Obras de Estado, como a nova ponte sobre o Rio Tocantins em Porto Nacional, e os hospitais regionais de Gurupi e Araguaína, quando comparadas aos concursos públicos, acabam assumindo uma posição de “ação secundária”, pois ao adquirir estabilidade e segurança social, os cidadãos têm a oportunidade de usufruir os demais benefícios que o Estado proporciona, como a saúde e a educação públicas, de forma tranquila, sem o viés de “última opção” ou último recurso.

 

O Observatório Político de O Paralelo 13 é testemunha viva do trabalho meticuloso que vem sendo desenvolvido nas gestões de Wanderlei Barbosa relativo aos concursos públicos, garantindo o futuro de homens, mulheres e famílias inteiras, que ficam anos aguardando e se preparando para oportunidades como as que vêm acontecendo no Tocantins, em busca de um futuro promissor e de segurança econômica e social, salários em dia e aposentadoria diferenciada.

O novo servidor, João Batista, compartilhou sua expectativa ao tomar posse como professor. O certame ofereceu mais de 5,2 mil vagas para profissionais da educação

 

É preciso aplaudir a constância e a abrangência dos concursos que vêm sendo realizados em várias áreas da administração púbica, e que estão diminuindo as injustiças sofridas por cidadãos em administrações passadas que, enquanto servidores contratados ou comissionados, precisavam fazer um périplo a cada fim de mandato, em busca dos seus “padrinhos”, de políticos conhecidos, de detentores de mandato na Assembleia Legislativa ou no Congresso Nacional, para mendigar a extensão ou a manutenção dos seus contratos, enquanto chefetes passavam suas listas de afilhados, cobrando a exoneração de contratados que não “comiam em suas mãos”.

 

Era só mudar um governo que a nuvem negra do desemprego passava a pairara sobre a cabeça de milhares de cidadãos. Muitos, com contratos de décadas, foram exonerados já com idade avançada, e ficaram alijados do mercado de trabalho que não costuma dar oportunidade para trabalhadores mais velhos, ficando os exonerados sem qualquer tipo de indenização ou de assistência de saúde, pegos de surpresa no momento em que mais precisavam de estabilidade.

 

Agora, cada edital de concurso público soa como uma bênção na vida dos tocantinenses, revestida de justiça, segurança, estabilidade e dignidade.

 

 

Esperamos que nos próximos anos da gestão do governador curraleiro essa atitude de abençoar os tocantinenses com concursos públicos se repita muitas e muitas vezes, assegurando aos servidores e aos cidadãos tocantinenses a oportunidade de ter seu esforço e empenho reconhecidos e ressaltados.

 

Para o Estado do Tocantins, olhando pelo lado administrativo, quanto mais servidores concursados menor o risco de ficar fora das normas da responsabilidade fiscal.

 

O Tocantins é um dos estados que mais tem universidades com curso de medicina, direito, odontologia, engenharias, Veterinária, agronomia, nutrição, enfermagem e tantos outros nas universidades públicas e privadas, além de escolas técnicas espalhadas pelo seu território. Isso demonstra que cidadãos com a vida estável apostam na formação de seus filhos e oportunizam aos seus conterrâneos a presença de profissionais nas áreas mais complicadas para qualquer gestão em ter mão de obra qualificada.

 

Todos os governos anteriores deixaram suas contribuições para a história e o desenvolvimento do Tocantins, mas as gestões de Wanderlei Barbosa têm avançado em diversas frentes, como na Saúde, na Educação, na Segurança e na infraestrutura, e a valorização dos servidores estaduais será, certamente, sua marca e seu legado.

 

Parabéns ao povo tocantinense e parabéns ao governador Wanderlei Barbosa. Todos saem ganhando com os concursos públicos!

 

Família O Paralelo 13.

 

 

Posted On Segunda, 29 Janeiro 2024 05:18 Escrito por

Campus Party é o maior evento de tecnologia, empreendedorismo, ciência e disruptividade do mundo e deve ser realizado em agosto

 

 

Por Guilherme Lima

 

 

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, recebeu em seu gabinete, no Palácio Araguaia Governador José Wilson Siqueira Campos, nesta segunda-feira, 22, representantes do Instituto Campus Party, associação sem fins lucrativos responsável por um dos maiores festivais de tecnologia e empreendedorismo do mundo, a Campus Party. A reunião tratou da assinatura da carta de intenção para a realização do evento em Palmas, no mês de agosto deste ano.

 

A realização será um ato histórico para o Tocantins, visto que a Campus Party é o maior evento de tecnologia, empreendedorismo, ciência e disruptividade do mundo, com mais de 70 edições realizadas em 30 países. Em Palmas, contará com o apoio do Governo do Tocantins, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins (Fapt) e da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

 

Governador Wanderlei Barbosa discutiu a realização histórica da Campus Party no Tocantins durante reunião no Palácio Araguaia

 

Wanderlei Barbosa mostrou entusiasmo com a realização do evento no Estado. “Nós queremos fazer um grande evento, que vai atender todos os setores da sociedade tocantinense. Vamos provocar os municípios, o setor empresarial, o setor turístico, o agronegócio, pois queremos que todos os poderes estejam envolvidos nesse grande festival. Nossa juventude vai participar desse encontro, que é feito principalmente visando esse público, sabendo que a nossa sociedade será contemplada”, destacou o governador.

 

O presidente da Fapt, Márcio da Silveira, pontuou os inúmeros ganhos que o Estado terá com a realização do evento em Palmas. “Nosso governador determinou a realização da maior feira tecnológica de inovação do Globo e, ao invés de levar todos os tocantinenses para o mundo, nós traremos o mundo para os tocantinenses. A maior oportunidade, uma verdadeira revolução educacional, revolução na indústria, revolução na agricultura, em todos os aspectos. Estaremos dando essa oportunidade para a nossa juventude de norte a sul do Tocantins”, comemorou.

 

Secretário da Educação Fábio Vaz destacou que a realização da Campus Party representa um avanço educacional, proporcionando oportunidades únicas para os estudantes tocantinenses

 

Para o secretário de Estado da Educação, Fábio Vaz, a realização do festival representa um enorme avanço para a educação, visto que o estudante tocantinense estará muito próximo de uma realidade atual tecnológica, podendo ter oportunidades gigantescas. “Realizaremos, no estado do Tocantins, o melhor e maior evento de tecnologia do mundo. Isso é dar oportunidade para o nosso estudante, já que muitos poderão vir do interior para a Capital, ter contato com o evento, se relacionar com pessoas do mundo todo e participar de fóruns, tudo voltado à tecnologia”, afirmou o secretário, na ocasião.

 

O presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, agradeceu ao governador Wanderlei Barbosa pela compreensão da importância da tecnologia para a juventude, destacando que o Estado marca uma nova era para a Região Norte no que se refere ao mundo tecnológico. “Iremos colocar o Tocantins no mapa digital do Brasil e do mundo em agosto deste ano, com a certeza de que faremos uma grande festa neste Estado, que certamente deixará um legado para o festival”, comentou.

 

Campus Party

 

Francesco Farruggia agradece ao governador Wanderlei Barbosa por entender a importância da tecnologia para a juventude, marcando uma nova era para o Tocantins

 

A Campus Party é um evento global que reúne entusiastas de tecnologia, inovação e empreendedorismo em um ambiente único, proporcionando uma experiência imersiva de vários dias. Originada na Europa, a Campus Party expandiu-se para diversos países, incluindo o Brasil, onde se tornou um dos maiores encontros de tecnologia do país. Durante o evento, os participantes têm a oportunidade de assistir palestras, workshops, competições e interagir com profissionais renomados, além de compartilhar conhecimentos, projetos e experiências em áreas como ciência, programação, design, jogos e startups, promovendo uma intensa troca de ideias e networking entre os participantes. O evento busca inspirar e impulsionar o desenvolvimento tecnológico e a inovação, alinhando com as demandas locais.

 

E a edição do Tocantins será inovadora. Segundo o presidente do Instituto Campus Party, ela será realizada no Estado, pela primeira vez, conjuntamente com o Fórum Nacional de Educação do Futuro, que irá discutir inúmeras pautas referentes à educação social e à tecnologia. “Será o primeiro Fórum Nacional de Educação do Futuro. Vamos trazer gente do Brasil e de fora para discutir como tem que ser a educação no mundo da revolução digital. Isso vai deixar, como legado, um caminho que deve ser seguido não só no Tocantins, mas em todos os lugares. Vamos discutir como enfrentar os problemas da educação, pois sabemos que não é só comprar um computador e dar para o aluno, precisamos formar os estudantes. Discutiremos isso e várias outras características, o que será o grande diferencial do evento no Tocantins”, finalizou Francesco Farruggia.

 

Acompanharam o governador na reunião o secretário-chefe da Casa Civil, Deocleciano Gomes; o secretário de Estado da Fazenda, Júlio Edstron; o presidente da Agência de Tecnologia da Informação (ATI), Alírio Félix; o deputado federal, Vicentinho Júnior; o superintendente do Sebrae, Rérison Castro; e demais autoridades.

 

 

Posted On Terça, 23 Janeiro 2024 04:47 Escrito por

Medida Provisória concedendo o benefício foi assinada nesta segunda-feira, 8, pelo governador Wanderlei Barbosa

 

Por Arlete Carvalho

 

 

O Governo do Tocantins confirmou nesta segunda-feira, 8, a manutenção da redução da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para empresas optantes pelo Simples Nacional. Neste sentido, o governador Wanderlei Barbosa assinou uma medida provisória (MP) alterando o art. 1º-A da Lei 1.303, de 20 de março de 2002, que reduz a base de cálculo, concede isenção e crédito presumido de ICMS nas operações que especifica, estendendo o percentual de 75% de redução na base de cálculo da complementação de alíquota para as empresas optantes pelo regime tributário do Simples Nacional, durante o exercício financeiro de 2024.

A medida, que visa estimular o ambiente de negócios e fortalecer o setor empresarial, representa um passo importante para intensificar o crescimento econômico do Estado e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida dos tocantinenses com o aumento da oferta de empregos.

“A iniciativa beneficia diretamente as empresas do Simples Nacional e, também, contribui para o desenvolvimento econômico do Tocantins como um todo. A atração de novos investimentos, o estímulo à abertura de novos negócios e a preservação dos já existentes são resultados esperados desta medida, que impacta positivamente a atividade empresarial no Estado”, avalia o governador Wanderlei Barbosa.

Conforme a MP, microempresa, empresa de pequeno porte e microempreendedor individual, optantes do Simples Nacional, continuam com a redução na base de cálculo do ICMS em 75% para o período de 2024, 50% para 2025 e 25% para 2026.

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é uma das principais fontes de receita dos estados brasileiros, e a redução da base de cálculo para as empresas enquadradas no Simples Nacional é uma estratégia adotada para fomentar a competitividade e incentivar o crescimento desses empreendimentos.

O Simples Nacional é um regime tributário simplificado destinado a micro e pequenas empresas, unificando o pagamento de oito tributos em uma única guia. A redução da base de cálculo do ICMS para essas empresas alivia a carga tributária, permitindo que elas mantenham sua competitividade no mercado.

 

 

Posted On Terça, 09 Janeiro 2024 04:12 Escrito por
Página 4 de 278